flux2

regeneração resposta todo vazio todo cheio perder-se numa floresta ou numa língua perder-se para fugir da circularidade para encontrar novo círculo outro círculo mesmo navegar sob o colosso o osso a vergôntea a sibila o feitiço transmutar fluido a água das coisas que esperam erram acertam escutam resposta caule viga desejo deslizar querer passar a brisa o oco a flora verde terra rubi da terra casca que transluz do branco a luz do sol entre as folhas manhã de névoa manhã de azul celeste despertar do teu lado regeneração resposta todo vazio quase cheio eu você relógios você relógio eu queria matar o tempo e a onda e o eco da presença que dói que chama ignição dos sentidos pela manhã breve pela tarde grave pela noite breve da inclusão da exclusão do estar do partir eu tenho um livro escrito pra você um livro um clichê do amor um livro um tédio quero queimar um livro com você pela manhã grave pela tarde breve pela noite ácida doce eu aqui e você pela casa pelo silêncio todo vazio todo cheio pedida numa floresta muda você falaria o tempo todo sobre o silêncio não mais muda quero tua voz quero teu outro círculo de meu círculo sobre o teu explosão no céu implosão do céu movimento da pele movimento da ausência da pele eu tenho olhos você tem olhos mas eles se fecham eles se abrem sou fogo aquoso fogo de água de terra verde com folha marrom espera certeira errônea do encontro mineral relógio tempo saída de tua circularidade entrada pela noite celeste de teu osso caule sibila feitiço você resposta regeneração

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s